Na primeira hora da manhã, por volta de 8h iniciou-se a caminhada pelo Jardim Botânico (JB) com a tradicional observação de aves. Foram observadas 23 espécies de aves. O tempo estava nublado.

As 9h15 a reunião começou na sala de aula do Museu, nas dependências do JB pela fala do associado Kleber sobre as aves avistadas na caminhada inicial. Em seguida o diretor financeiro do COA/POA, Sr. Roberto Dall´Agnol, apresentou os bonés do COA, confeccionados recentemente, e distribuídos aos sócios presentes.

Na sequencia, o presidente Antônio Brum fez relato sobre as espécies observadas na saída a Floresta Nacional de São Francisco de Paula. Nessa saída apenas 9 participantes foram até o local, o que é um número baixo para uma saída do grupo. Aconteceram poucos registros de aves e, segundo observações do grupo, deve-se pela época do ano da saída, onde muitas das espécies migratórios já tinham deixado o local, bem como no final do período reprodutivo. As fotos e registros foram publicados no relatório da saída, no site do COA/POA.

O diretor técnico-científico, Eduardo Chiarani fez um relato sobre a última saída ao Parque Nacional do Aparados da Serra, em Cambará do Sul, onde foram realizadas três trilhas, sendo duas delas oficiais do parque e outra para avaliação, pois no futuro, pretendem implementar uma nova trilha em uma área diferente dentro do parque. O COA-Poa auxiliou os gestores do parque quanto a possibilidade de incluir essa trilha no plano de manejo do local. Foram observadas 73 espécies. Fotos e mais informações da saída estão publicadas no relatório da saída.

O diretor financeiro Roberto Dall’Agnol falou sobre as novidades da organização do AVISTAR 2017 que será realizado no Jardim Botânico. Programação, patrocínios e divulgações do evento.

Por volta das 10h15 houve intervalo.

Retornamos as 10h40. O Roberto retornou sua fala com Relatos da viagem realizada para África: “Aves do Kenia na Reserva Mosai Mara e Região dos Lagos” onde participou de um WorkShop sobre fotografia de paisagens, bem como sobre a visita guiada a locais de observação de aves, como a Região dos Lagos.

Em seguida, a palestra do dia foi realizada pelo presidente Antônio Brum e pelo aluno da Unisinos Maicon França: “Conversando com Atobás: Uma experiência no meio do Atlântico”. Os palestrantes fizeram um relato de sua experiência na expedição científica ao Arquipélago São Paulo São Pedro, realizada entre os meses de novembro e dezembro de 2016, enfatizando o estudo que está sendo desenvolvido no Arquipélago sobre o cuidado parental do Atobá-marron (Sula leucogaster) com utilização de rádio telemetria. Estudo este coordenado pela Dra Maria Virginia Petry (Laboratório de Ornitologia e Animais Marinhos da Unisinos - LOAM) e Dr. Uwe Horst Schulz (Laboratório de Ecologia de Peixes da Unisinos) em parceria com a Dra. Rosa Montone do Instituto Oceonográfico da USP. Após foi feito um breve debate entre os participantes sobre as aves do arquipélago e curiosidades da experiência vivida pelos palestrantes durante a expedição.

Após entrega de certificado e brinde ao palestrante convidado Maicon França, a reunião foi encerrada pelo presidente às 12:00 horas.

Estavam presentes 23 pessoas. 

Relatórios e apresentações

Fotos

 1MA2543

Observação de Aves no Jardim Botânico (Foto: Marco Aurélio Antunes)

 


 1MA2573

Relato saída de campo Parque Nacional Aparados da Serra (Foto: Marco Aurélio Antunes)

 


20170408 103728

Roberto Dall Agnol apresentando as aves do Kenya (Foto: Marco Aurélio Antunes)

 


20170408 111358

Palestra sobre Expedição Arquipélago São Pedro São Paulo (Foto: Marco Aurélio Antunes)

 


certificado

Eduardo Chiarani entregou certificado do COA-POA ao Maicon França (Foto: Antônio Brum)