O grande sucesso da saída do COA ao Parque Estadual do Espinilho em 2014 levou o grupo de volta a esse pedacinho muito especial do Rio Grande do Sul, onde se podem ver espécies que não são encontradas em nenhuma outra parte do país. O Parque situa-se no extremo oeste do Rio Grande do Sul, no município de Barra do Quaraí, e protege os últimos remanescentes de vegetação de parque espinilho – ou estepe parque – no Brasil. Uma inovação deste ano foi a “esticada” até a localidade de Pai Passo (30°16’25”S, 57°25’45”W), por sugestão do casal de observadores Ricardo de Oliveira e Gina Bellagamba, de Uruguaiana, que encontramos por lá. Observamos um total de 112 espécies, sendo 93 dentro do Parque. Fizemos o segundo registro no Rio Grande do Sul do pica-pau-anão-barrado e outros importantes registros de espécies raras ou ainda pouco conhecidas no estado, como o cardeal-amarelo, o olho-de-ouro, o alegrinho-trinador, a maria-cavaleira e a iraúna-de-bico-branco.

Relatório

Para baixar o relatório, clique >>aqui<<

Fotos e links 

Lista de saídas