Integrantes do Clube de Observadores de Aves de Porto Alegre ­– COA/POA acompanharam a passagem do maçaricos-de-papo-vermelho (Calidris canutus) no nosso litoral nos dias 21 de abril e 09 de maio de 2020. Esta ave migratória utiliza o litoral do Rio Grande do Sul durante o seu retorno aos locais de reprodução, no hemisfério norte. Este acompanhamento é realizado anualmente nos meses de abril e maio e tem por objetivo a contagem dos bandos e, principalmente, o registro de aves marcadas com bandeirolas. Com essa atividade, o COA/POA soma-se à uma rede internacional de observadores voluntários que, em conjunto, geram informações importantes para a conservação da espécie, as quais permitem, por exemplo, avaliar tendências populacionais em escala hemisférica e estimar taxas de sobrevivência.

bandeirolas1

Foto: Glayson Benke

Assim, mesmo com as restrições em razão da pandemia da COVID-19, tomadas as devidas precauções, resolvemos realizar a atividade, uma vez que, se não fosse feita, perderíamos o período migratório. Para esta atividade, restringimos a quantidade de participantes e os mesmos declararam estarem cumprindo as regras de isolamento há mais de 14 dias e que não apresentavam nenhum sintoma da doença.

No dia 21 de abril, percorremos um trecho de 140 Km entre Magistério e a barra da Lagoa do Peixe, no município de Tavares. Nesta saída foram contados 1.812 indivíduos e registrado a leitura de 20 bandeirolas: uma branca, ave anilhada no Canadá; duas azuis, aves anilhadas na Lagoa do Peixe (Brasil); quatro laranjas, aves anilhadas na Argentina, e 13 verdes, aves anilhadas nos EUA. Os dados foram reportados no site do Bandedbird (http://www.bandedbirds.org/), onde estes registros são reunidos. Portanto, foi um ótimo resultado!

Já no dia 9 de maio, não tivemos a mesma sorte. Percorremos o mesmo trecho e só encontramos um bando de seis indivíduos na praia e um bando de aproximadamente 60 indivíduos na barra da Lagoa do Peixe. Nenhuma bandeirola foi identificada. O resultado nesse dia mostra que as aves já haviam passado pelo estado em sua migração para as áreas de reprodução.

Contudo, como nem tudo são aves, na saída do dia 21 de abril causou indignação a grande quantidade de veículos que transitavam pela praia, tanto na parte da praia que está dentro do Parque Nacional da Lagoa do Peixe (PNLP), como no trecho que percorremos fora do parque. Tivemos muita dificuldade em nos aproximar dos bandos de maçaricos na área do PNLP para poder ler as bandeirolas, tal era o tráfego de veículos. Por diversas vezes, o bando que tentávamos observar foi espantado por carros transitando em alta velocidade pela praia, forçando as aves a voar. Também deparamos com intensa atividade de pescadores usando redes e varas de pesca nas praias do PNLP, especialmente próximo à barra da Lagoa do Peixe, onde diversos veículos estavam estacionados ao final da tarde.

Isso motivou a diretoria do COA/POA a enviar um ofício à gestão do parque, denunciando a situação encontrada e cobrando maior fiscalização. Também indicamos alguns caminhos possíveis para solucionar o problema e proteger as aves migratórias nesse período crítico do seu ciclo de vida.

Embora no relato anterior, tivemos excelentes resultados na saída, mas ainda não foi possível ultrapassar os resultados do ano de 2018, onde foram observados 3.333 indivíduos e lido 42 bandeirolas, sendo uma delas de cor laranja (AOK), ave anilhada em 2007, na Argentina, ou seja a ave mais antiga já avistada pelos integrantes COA/POA. Para o próximo ano temos a intenção de buscar recursos para intensificar a observação durante o período migratório e ampliar o monitoramento destas aves. O COA/POA vem realizando estes monitoramentos desde o ano de 2016, por iniciativa de um de seus sócios Sr. Gilberto Müller.

Participaram do censo no dia 21, Antônio Coimbra de Brum, Glayson Bencke, Roberto Dall’Agnol, Gilberto Müller e Jurema Josefa e do dia 09 Antônio Coimbra de Brum, Glayson Bencke e Roberto Dall’Agnol.

bandeirolas2

Foto: Gilberto Müller

 

bandeirolas3

Foto: Glayson Benke

 

bandeirolas4

Foto: Glayson Bencke

 

bandeirolas5

Foto: Roberto Dall'Agnol

Lista de saídas