Saída ao mar para observação de aves pelágicas - Torres

 

A saída foi cancelada devido a condições de navegação impróprias.

Resumo

No dia 18 de maio de 2014, o COA–POA visitou novamente o Refúgio de Vida Silvestre Banhado dos Pachecos, em Viamão. Já é o quarto ano consecutivo de visitas do clube a essa importante unidade de conservação, situada em plena Região Metropolitana de Porto Alegre. Para as observações, os 18 participantes foram divididos em dois grupos, que se alternaram nas principais trilhas do Refúgio: Trilha do Cervo e Trilha da Barragem. Foram 111 espécies de aves observadas, incluindo duas que ainda não haviam sido registradas pelo COA–POA na área. Confira os principais resultados da saída, a lista das espécies registradas e algumas fotos no relatório a seguir. 

Relatório

O relatório da saída pode ser baixando clicando >>aqui<<

 

Fotos

Resumo

Nos dias 18 e 21 de abril de 2014, o COA-POA visitou pela primeira vez o Parque Estadual de Espigão Alto, localizado no extremo norte do Rio Grande do Sul. O parque, com área de 1.331,9 ha, está entre as mais antigas unidades de conservação do estado. Ali se encontra preservada uma amostra representativa da exuberante floresta com araucárias do Planalto, além de áreas com vegetação secundária, pinhais cultivados e açudes. Registramos um total de 138 espécies, marca muito significativa. Os registros incluíram todas as seis espécies de sabiás do Rio Grande do Sul, nove espécies de pica-paus, além do gavião-bombachinha-grande, andorinhão-velho-da-cascata, anambé-branco-de-bochecha-parda, barbudinho (show de observações desse pássaro florestal raro no estado), piolhinho-chiador, papa-moscas-cinzento (outro pássaro florestal raro mas relativamente fácil de encontrar no parque), gralha-picaça, bico-grosso, cabecinha-castanha, papo-preto, negrinho-do-mato e bandeirinha, além das estrelas da área, os papagaios-de-peito-roxo. 

Relatório

Para baixar o relatório, clique >>aqui<< 

Fotos

Resumo

O COA-POA realizou sua sexta visita ao Parque Nacional da Lagoa do Peixe desde a sua reativação, em 2009. O parque é considerado um santuário de aves migratórias, protegendo diversos ecossistemas importantes para essas espécies e também para aves residentes. Foram observadas 105 espécies nos dois dias em que permanecemos em campo (das 10h do dia 29/03 às 13h do dia 30/03). Os maiores bandos registrados foram de maçarico-branco, com cerca de 2.000 indivíduos ao longo da praia e na barra; maçarico-de-sobre-branco, com aproximadamente 2.000 na barra da Lagoa; biguás, cerca de 3.000 na Estrada da Figueira, e piru-piru, com 500 na praia e 200 na barra da Lagoa. Das espécies observadas, doze foram migrantes de longa distância oriundas do hemisfério norte e quatro provenientes do sul do continente.

Relatório

Para baixar o relatório da saída clique >>aqui<< 

Fotos

 

Resumo

De 1° a 4 de março de 2014, o COA-POA realizou a quarta edição de sua já tradicional visita à Floresta Nacional de São Francisco de Paula (FLONA) no período de carnaval. Dessa vez, o roteiro incluiu uma visita ao Passo da Ilha, no Parque Estadual do Tainhas, localizado a cerca de 30 km ao norte. Ao todo, foram 142 espécies registradas, o maior número até agora em saídas do COA-POA à área; 118 foram observadas no interior da FLONA, oito das quais não registradas anteriormente em saídas do clube à unidade de conservação. As observações mais relevantes incluíram dois pares de papagaios-de-peito-roxo sobrevoando a área; uma dupla de águias-chilenas no caminho para o Passo da Ilha; um caburé nos arredores da sede; duas fêmeas de pica-pau-rei na Estrada Tena Silva; as inesquecíveis imagens de arapongas cantando em seus poleiros de exibição; os grupos de tesourinhas-do-mato na volta da sede e os caboclinhos-de-barriga-preta no caminho para o Parque Estadual do Tainhas. Também marcaram a saída as belas imagens de bandos de chopins-do-brejo e de noivinhas-de-rabo-preto no entorno da FLONA; a visualização de um arapaçu-de-bico-torto com alimento no bico; a algazarra de 10 tucanos na Tena Silva e o flagrante do comportamento de caça do gavião-bombachinha-grande.

 

Relatório

Para baixar o relatório da saída clique >>aqui<<

 

Fotos

 


Foto: Walter Hasenack


Subida até um mirante natural no Parque Estadual do Tainhas (Foto: Glayson Ariel Bencke)

Resumo

O ponto de encontro na Av. Oscar Pereira já se tornou tradicional quando as atividades do COA-POA acontecem na zona sul de Porto Alegre. Ali, um grupo se encontrou às 6:30h, enquanto outros já seguiam diretamente para o Parque Estadual de Itapuã, local escolhido para a confraternização deste ano. No Centro de Visitantes do Parque, às 7:50h, fizemos a foto do grupo e seguimos para a Praia da Pedreira, de onde iniciamos a Trilha da Fortaleza.

 

Relatório

Clique >>aqui<< para baixar o relatório.

 

Fotos

 


Foto: Walter Hasenack

 


Foto: Kleber Pinto

 


Foto: Beatriz Hasenack

 


Foto: Beatriz Hasenack

 


Foto: Osmar Sehn

 


Foto: J. Wollf


Foto: Jorge Neto

 


Foto: Jorge Neto

Resumo

O Clube de Observadores de Aves de Porto Alegre – COA-POA – realizou visita à Estação Ecológica (ESEC) do Taim em novembro de 2013. A Estação Ecológica foi criada pelo Decreto n° 92.963, de 21 de Julho de 1986, com 10.764,63 ha, nos municípios de Santa Vitória do Palmar e Rio Grande, RS. A unidade de conservação está localizada no litoral sul do Rio Grande do Sul, entre a Lagoa Mirim e o Oceano Atlântico, na planície costeira gaúcha, compreendendo praias oceânicas, dunas, campos, matas, lagoas e, principalmente, banhados, além da Ilha do Taquari, situada na Lagoa Mirim, próxima à divisa entre o Brasil e o Uruguai, com área de 155 ha.

 

Relatório

Para baixar o relatório da saída clique >>aqui<<

 

Fotos

 

Resumo

O COA-POA visitou, pela primeira vez, estradas rurais dos municípios de Morro Reuter e Santa Maria do Herval, para observação de aves. O destino foi indicação do fotógrafo de aves Paulo Fenalti, a quem agradecemos. O ponto de partida da excursão foi a ponte sobre o rio Loch, situada exatamente na divisa entre os municípios citados, um pouco além da localidade de Walachai. Dali, o grupo percorreu, a pé, cerca de 3 km de estrada de chão em meio a matas secundárias de vales, no município de Santa Maria do Herval, iniciando a caminhada por volta das 7h.

Relatório

Para baixar o relatório da saída clique >>aqui<<

Fotos

 

Saída para Parque Estadual do Turvo

 

 

(programação cancelada por condições meteorológicas adversas)

 

 

Resumo

O Clube de Observadores de Aves de Porto Alegre – COA-POA – realizou a sua segunda visita a uma propriedade localizada no Morro São Pedro. Situado na zona sul de Porto Alegre, o Morro São Pedro possui mais de mil hectares de florestas e aproximadamente 500 ha de campos, representando, assim, os maiores relictos de vegetação nativa de Porto Alegre e retratando a paisagem natural de outrora. É o segundo ponto mais alto da capital, com 289 m de altitude, ficando atrás apenas do Morro Santana.

Relatório

Para baixar o relatório da saída clique >>aqui<<

Fotos

 

 

Resumo

O Clube de Observadores de Aves de Porto Alegre – COA-POA – realizou sua quinta visita ao Parque Nacional da Lagoa do Peixe (PNLP) desde a sua reativação, em maio de 2009. Com aproximadamente 32.000 ha, o parque é considerado um "santuário das aves migratórias", compreendendo diversos ecossistemas importantes para espécies residentes e migratórias.

Relatório

Para baixar o relatório da saída clique >>aqui<<

Fotos

 

 

 
Foto: Walter Hasenack

Saída ao Banhado dos Pachecos - Viamão RS

Data: 20 de julho de 2013 (sábado)

 

 

Clique no botão abaixo para fazer o download da lista de espécies avistadas.

Baixar lista de espécies

 

 

 

Contribuições dos sócios:
Gilberto Sander Müller
Osmar Sehn
Diógenes Machado
Walter Hasenack
Helena Backes
Marcelo Meller Alievi

 


Foto: Walter Hasenack

Lista de saídas