Saída ao Morro São Pedro - Porto Alegre

Saída cancelada devido ao mau tempo.

Data: 7 de julho de 2013 (domingo)

Horário: saída de Porto Alegre às 7:00 com previsão de chegada ao local às 7:45. Retorno após o almoço.

Número máximo de participantes: 25 pessoas

Atividades: observação de aves em propriedade privada no Morro São Pedro - zona sul de Porto Alegre- ambiente de mata em encosta de morro.

Deslocamento: em carros particulares - despesas serão rateadas entre os ocupantes dos veículos

Valores: inscrição gratuita.

Almoço: haverá um churrasco com pão e refrigerante após a conclusão das observações da manhã. Custo por pessoa - R$ 15,00

Inscrição:  através do fórum (neste link) - por favor indicar se deseja almoçar com o grupo ou não.

Saída Aberta no Parque Mascarenhas de Moraes

Data: 22 de junho de 2013

Horário: das 08:00 às 12:00 horas

Local: Parque Mascarenhas de Moraes - Bairro Humaitá - Porto Alegre - Rua Aloísio Filho, n.° 570

 

Clique no botão abaixo para fazer o download da lista de espécies avistadas durante a atividade de observação. 

Baixar lista de espécies

 

 

Contribuições dos sócios:
Fotos de Diógenes Machado

 

O Clube de Observadores de Aves de Porto Alegre – COA-POA – realizou sua terceira visita ao Parque Nacional da Lagoa do Peixe desde a sua reativação, em maio de 2009. Com aproximadamente 32.000 ha, o parque é considerado um "santuário das aves migratórias", compreendendo diversos ecossistemas importantes para espécies residentes e migratórias.

O número de espécies registradas na presente expedição resultou na segunda maior lista de aves registrada pelo clube em 2012, ficando atrás apenas da visita ao Parque Estadual do Turvo quando foram registradas 185 espécies. Destaca-se também que em comparação as outras visitas realizadas ao PARNA, esta resultou em uma listagem muito superior, sendo registradas 124 espécies na presente visita, contra 95 na realizada em 24-25/03/2012 e xx na de 18-19/06/2011.

 

Clique no botão abaixo para fazer o download do relatório completo em PDF. 

Baixar relatório completo

Objetivo: como parte do programa de comemoração da Semana do Meio Ambiente, a direção do Refúgio de Vida Silvestre Banhado dos Pachecos, em Viamão, organizou uma atividade aberta de observação de aves. O COA-POA foi convidado a participar e apoiar essa atividade. É uma excelente alternativa para aqueles que não poderão ir a Torres na saída para observação de aves pelágicas, mas gostariam de desenvolver outra atividade nas proximidades da capital.

Data: 8 de junho de 2013

 

Clique no botão abaixo para fazer o download do relatório completo em PDF. 

Baixar relatório completo

 


Foto: Eduardo Chiarani

 


Foto: Eduardo Chiarani

 

 


Foto: Eduardo Chiarani

 

 


Foto: Eduardo Chiarani

Saída ao mar para observação de aves pelágicas - Torres

Atividades: O COA-POA foi novamente convidado a participar desta interessante saída, que é organizada por professores da UFRGS e que tem como objetivo a observação de mamíferos e aves marinhas. A sistemática adotada nos anos anteriores foi uma navegação inicial até a Ilha dos Lobos, onde é feita a observação de lobos e leões marinhos por aproximadamente 45 minutos. Depois a embarcação segue para um ponto que dista aproximadamente 5 milhas náuticas da costa, onde são lançadas iscas congeladas para atração de aves pelágicas. O tempo desta observação depende da abundância de aves atraídas. Em saídas anteriores teve a duração de aproximadamente uma hora. Em condições normais o retorno ao píer se dá por volta das 15 horas.

Data: 8 de junho de 2013 (sábado)

 

Clique no botão abaixo para fazer o download do relatório completo em PDF. 

Baixar relatório completo

 

Contribuições dos sócios:
Fotos de Walter Hasenack
Fotos de Diógenes Machado
Fotos de Roberto Artigalás
Fotos de Osmar Pedro Sehn

 


Foto: Walter Hasenack

 


Foto: Walter Hasenack

O Clube de Observadores de Aves de Porto Alegre – COA-POA – realizou sua quarta visita ao Parque Nacional da Lagoa do Peixe desde a sua reativação, em maio de 2009. Com aproximadamente 32.000 ha, o parque é considerado um "santuário das aves migratórias", compreendendo diversos ecossistemas importantes para espécies residentes e migratórias.

Clique no botão abaixo para fazer o download do relatório completo em PDF. 

Baixar relatório completo

 

 

 

Contribuições dos sócios:
Fotos de Walter Hasenack
Fotos de Gilberto Sander Müller
Fotos de Cyro Menezes da Glória
Fotos de Jair Gilberto Kray

 


Foto: Walter Hasenack

 


Foto: Walter Hasenack

Resumo

A Floresta Nacional de São Francisco de Paula (FLONA) é uma unidade de conservação de uso sustentável administrada pelo ICMBIO – Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, localizada no município de mesmo nome, no nordeste do Rio Grande do Sul. Além de antigos plantios de araucária, coníferas exóticas e eucaliptos, a área protege importantes remanescentes de matas nativas com araucária (floresta ombrófila mista), em excelente estado de conservação, que abrigam fauna e flora muito diversificadas. A superfície da FLONA é de 1.606 ha e as altitudes são superiores a 900 metros.
Em fevereiro de 2013, o Clube de Observadores de Aves de Porto Alegre – COA-POA – realizou sua terceira visita à FLONA na atual fase de existência da entidade. As excursões anteriores ocorreram em 27 e 28 de março de 2010 e em 18 a 21 de fevereiro de 2012.

 

Relatório

Para baixar o relatório da saída clique >>aqui<<

 

Fotos


 

De 20 a 23 de setembro de 2012, o COA-POA realizou sua segunda visita ao Parque Estadual do Turvo desde a reativação do clube, em maio de 2009. Com 17.491 ha, o parque é a maior unidade de conservação florestal do Rio Grande do Sul e um testemunho ainda relativamente íntegro do ecossistema de floresta estacional decidual da região do Alto Uruguai. As condições do tempo foram bastante favoráveis durante nossa permanência, predominando dias ensolarados e temperaturas amenas, o que rendeu excelentes observações. Tal como em 2011, estivemos acompanhados em nossa visita pelo grupo Ave Missões, de Santo Ângelo, com o qual compartilhamos observações em campo e agradáveis conversas.

Fizemos observações ao longo das estradas do Salto e do Porto Garcia, e também na área do espetacular Salto do Yucumã, que pôde ser visto em sua plenitude no último dia da excursão. Os resultados ornitológicos da visita foram extraordinários! O número de espécies registradas (185) não só superou a marca de 2011, de 175, como também estabeleceu um novo recorde em termos de aves observadas em uma única excursão do grupo.

Os destaques foram um urubu-rei no "campestre" da estrada do Porto Garcia; um breve mas emocionante encontro com o raro bacurau-rabo-de-seda, uma das especialidades do Turvo; boas visualizações de juruvas, beneditos-de-testa-amarela, saíras-de-sete-cores e um macho de bico-de-pimenta; a esplêndida observação do araçari-banana junto à lagoa das Marrecas; o importante registro do araçaripoca, privilégio para poucos membros do grupo; um superencontro com o ameaçado pica-pau-de-cara-amarela logo no início da excursão, com direito a fotos e gravação do tamborilar da espécie, e a descoberta de um ninho em construção do balança-rabo-leitoso.

A observação de uma jaguatirica causou comoção geral, e os bandos de macacos-pregos e uma enorme serpente caninana também foram destaques.

Clique no botão abaixo para fazer o download do relatório completo em PDF.

 

Baixar relatório completo

 

 


Saíra-de-sete-cores (Foto: Helena Backes)

 

 


Pica-pau-de-cara-amarela (Foto: Helena Backes)

 

 


Mergulhãozinho (Foto: Walter Hasenack)

As saídas a campo são o ponto alto das atividades do COA-POA. É nestas saídas que o associado tem a oportunidade de conhecer lugares de alto interesse ornitológico, sempre acompanhado de ornitólogos experientes. É nestas saídas que o conhecimento é adquirido mais rapidamente, através da imersão total na atividade de observação.

Somente quando vemos como a vida é rica e exuberante em áreas com baixo impacto humano é que nos damos conta de quão importante é a proteção de áreas naturais para a preservação da vida na Terra.

Por isto o COA-POA promove saídas a campo, de acordo com o calendário de planejamento anual, levando os seus associados a ambientes naturais dentro e fora da cidade de Porto Alegre.

No topo de menu ao lado você encontra a próxima atividade planejada, seguido do relato, em ordem cronológica, das atividades precedentes.

Lista de saídas