O Diretor Técnico-científico do COA-POA, Glayson A.Bencke, irá participar e palestrar dia 05 de outubro no evento “Observação de Aves” no XIII Encontro de Ganaderos de Pastizales Naturales - promovido pela Alianza del Pastizal, em Alegrete-RS.

O encontro será nos dias 04 e 05 e o Glayson apresentará os resultados das amostragens da avifauna em propriedades no bioma pampa.

pastizal

A Exposição Varal Fotográfico estará no Instituto de Ciências Básicas da Saúde - ICBS, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS a partir do dia 20 de maio. O local é aberto ao público e fica na Rua Sarmento Leite, 500, primeiro andar, no Campus Centro da Reitoria.

As fotos do varal são fotos dos nossos associados e estarão no hall que fica em frente a sala 201 durante os próximos 30 dias.

Funcionamento ocorre de segunda a sexta feira. Horário comercial. Não abre finais de semana. Não há estacionamento.

varal1

 

varal2

Desde maio de 2009, quando foi reativado, o COA-POA já registrou 499 espécies em suassaídas oficiais para observação de aves. Esse total representa 71% da avifauna do Rio Grande do Sul. A notícia foi dada na reunião do dia 11 de maio, durante a comemoração dos 10 anos de reativação do clube. Nesses 10 anos, foram mais de 100 saídas a 41 diferentes locais do Rio Grande do Sul! Por sua importância, alguns registros mereceram destaque pela Diretoria Técnico-Científica, como o do pica-pau-anão-barrado no Parque Estadual do Espinilho, o primeiro para o estado. Também foram lembrados os encontros com a águia-cinzenta, o pica-pau-de-cara-canela (ave-símbolo do clube), o limpa-folha-miúdo e o cardeal-amarelo, entre outros. Além de surpresa e satisfação, a notícia gerou expectativa entre os associados sobre qual será a 500ª espécie observada pelo COA-POA. Clique aqui para saber quais são as espécies ainda não observadas pelo COA-POA no Rio Grande do Sul. A retrospectiva dos 10 anos de registros do COA-POA pode ser baixada aqui.

A associada Zulaine Santos convida para a exposição HABITA EM MIM, com abterura em 06 de fevereiro às 19:30 na Casa de Artes Vila Mimosa, Canoas. Mais detalhes no convite abaixo.

habita em mim

A diretoria do COA-POA esteve presente na 16ª Reunião Ordinária do Conselho Consultivo do Refúgio de Vida Silvestre Banhado dos Pachecos, realizada no dia 27 de novembro de 2017, onde foi votada a escolha de sete organizações que comporão o quadro do conselho consultivo da unidade para o ano de 2019.

O COA-POA foi escolhido, por unanimidade, para integrar o quadro dos membros consultivo do Banhado dos Pachecos. Deste modo, estamos dando um importante passo na efetivação de um dos objetivos do clube, ou seja, auxiliar na gestão de Unidades de Conservação. O que também aumenta nossa responsabilidade como organização regularizada.

Entre os auxílios que nos comprometemos está a realização de levantamento das aves da Unidade, identificações de locais para abertura de novas trilhas, instalação de trilhas suspensas e refúgios que auxilie na observação das aves, como também elaboração de guia de bolso para ser distribuído aos visitantes da unidade.

Esteve representando o COA/POA, na reunião, o atual presidente do Clube Sr. Roberto Dall´agnol e o vice-presidente Sr. Antônio Brum.

1

 

2

 

3

 

4

Após a assembleia ocorrida no dia 10/11/2018, foi eleita a nova diretoria e também escolhido o novo conselho fiscal do COA-POA para o ano de 2019.

A composição da diretoria e do conselho podem ser conferidas neste link.

Do dia 29/10 ao dia 12/11 as fotos do Varal de Fotos dos Associados do COA-POA estavam no saguão do Prédio do Curso de Biologia da ULBRA Canoas. A iniciativa foi da professora Soraia Bauermann e da professora Margareth Heineck, que ficaram responsáveis pela exposição durante o período. O objetivo da exposição é mostrar as fotos dos associados e assim divulgar a avifauna do Rio Grande do Sul em diferentes instituições ao longo do ano. Havia uma saída de campo ao campus no início da exposição, porém o tempo chuvoso não ajudou e a saída foi cancelada. Em breve o COA-POA irá ao campus promover uma saída com os alunos interessados.

1

 

2

 

3

 

4

A saída para a APA do Banhado Grande foi transferida para o dia 24/11. Maiores detalhes serão divulgados em breve.

No dia 12 de setembro de 2018, o COA-POA fez uma visita a uma turma de Ensino Fundamental da escola Dr. Jorge Germano Sperb, em São Leopoldo, região metropolitana de Porto Alegre, para falar sobre as aves do Rio Grande do Sul e como identificá-las.

A ideia surgiu pela iniciativa da professora Rosmari Muller Schmidt, que escreveu ao COA-POA pedindo auxilio na identificação de uma ave. Durante uma aula, apareceu um Aracuã-escamoso na janela da sala de aula da turma, o que fez a professora ter um pouco de medo da ave. Foi então que a professora Rosmari procurou o COA para que a turma conseguisse identificar qual ave era. O COA auxiliou com bibliografias e orientações de como fazer a identificação de ave.

A ideia de pesquisar qual ave era resultou no projeto “Que bicho é esse?” foi apresentada na Mostra Científica de São Leopoldo, agora em setembro. A visita do COA foi importante para contextualizar o projeto de pesquisa da turma e fortalecer a iniciativa dos alunos em observar e identificar aves.

1

Foto com a Turma 22 da Escola Dr.Jorge Germano Sperb com a Fernanda, integrante do COA-POA

 

2

Alunos da Turma 22 na Mostra Científica

No dia 1° de setembro de 2018, o Clube de Observadores de Aves de Porto Alegre ministrou oficina de observação de aves para alunos do curso de formação de condutores ambientais do Parque Natural Morro do Osso, na Zona Sul de Porto Alegre.

A oficina fez parte do Curso de Extensão para Condutores Ambientais, promovido pelo Instituto Federal do Rio Grande Sul – IRFS, campus de Porto Alegre, em conjunto com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente e o Parque Natural Morro do Osso. O convite para a participação do COA–POA foi feito pelo coordenador do curso, Professor Celson Silva.

Estiveram conduzindo as atividades da oficina os associados Glayson Bencke, Antônio Brum (presidente), Maria do Carmo Both (vice-presidente), Eduardo Chiarani (diretor técnico-científico) e Ana Paula Maciel.

Ao final, o COA–POA doou 25 guias de bolso das aves de Porto Alegre aos alunos do curso. Com a atividade, o COA–POA leva adiante seu objetivo de promover e estimular a educação ambiental entre a população e, em especial, nas unidades de conservação.

Parabéns a todos os colaboradores envolvidos!

1

 

2

 

3

Foi finalizado o Guia “Aves que a gente vê nos campos” – um dos produtos da Rede Campos Sulinos do Programa PPBIO (MCTIC/CNPq). Trata-se de um guia digital (simplificado) de aves campestres classificadas por cor e tamanho, para ser mais facilmente aproveitado pela comunidade em geral.

As fotos foram obtidas a partir de expedições a campo vinculadas ao projeto da Rede Campos Sulinos e de projetos anteriores do grupo de autores e de colaboradores do Laboratório de Ornitologia do Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS. Algumas fotos também foram tiradas a partir de atividades de lazer ou viagens dos autores e colaboradores.

O material pode ser divulgado livremente. Por gentileza, divulguem aos conhecidos, parentes, amigos, vizinhos, funcionários, etc. Esperamos que seja um guia útil a todos!

O guia pode ser baixado através do link a seguir: https://yadi.sk/i/ql6V64Rf3Z3PAi

Att,

Eduardo Chiarani
PPG Zoologia Pucrs - Laboratório de Ornitologia
Clube de Observadores de Aves de Porto Alegre