Em reunião de diretoria do COA-POA realizada na noite do dia 26 de junho, foram decididas as seguintes alterações no calendário do Clube para o segundo semestre de 2014:

1) Dia da Ave - como a data original, que era 5 de outubro, coincide com o primeiro turno das eleições no Brasil, foi decidido antecipar a atividade para o sábado, dia 4 de outubro. Também decidiu-se alterar o local do evento, que antes era no Parque Farroupilha em Porto Alegre, e agora será no Parque Zoológico, em Sapucaia do Sul. A atividade será promovida pelo Núcleo de Educação Ambiental do COA-POA e visa levar ao público informações sobre a observação de aves e proteção ambiental.

2) Saída a campo em outubro - nos dias 18 e 19 de outubro está programada uma saída a campo, que não mais acontecerá em Dom Pedro de Alcântara, mas na Estação Ecológica Estadual de Aratinga. Justifica-se esta alteração pelo fato de que existem, na Estação Ecológica, condições mais favoráveis para observação, com a probabilidade de encontrarmos maior número de espécies de aves do que no local originalmente planejado.

3) Saída a campo de novembro - O COA-POA foi convidado a participar e também a colaborar com o Festival de Aves Migratórias que será realizado em Mostardas, nos dias 13 a 16 de novembro. Ocorreu coincidência com a data programada para a saída ao Morro do Coco - zona sul de Porto Alegre, no dia 15 de novembro. A diretoria do COA-POA acredita que as atividades oferecidas durante o Festival de Mostardas serão de grande proveito para a maioria dos associados. A colaboração do COA-POA durante o festival se dará através da promoção de uma Oficina de Iniciação à Observação de Aves, nos moldes da que será oferecida em Porto Alegre, no dia 27 de setembro. Haverá também uma palestra proferida pelo diretor técnico-científico do COA-POA, Glayson Ariel Bencke. A participação no Festival também oferece ao associado maior liberdade na escolha de datas, dado que ele acontecerá ao longo de 4 dias. Optou-se assim pela substituição da saída ao Morro do Coco pela participação no Festival de Aves Migratórias de Mostardas - Lagoa do Peixe.

Resultado de um esforço coletivo de 20 autores, entre os quais alguns associados do COA-POA, foi publicado no dia de hoje o Plano de Ação Nacional para Conservação dos Passeriformes Ameaçados dos Campos Sulinos e Espinilho, estado da arte sobre a conservação de 22 espécies ameaçadas de aves dos campos sulinos e espinilho, abrangendo áreas do RS, SC e PR.
 

Recentemente o COA-POA foi contactado pelo observador de aves uruguaio Guillermo Mondon, que demonstrou interesse de conhecer um pouco da avifauna dos arredores de Porto Alegre, em sua breve passagem pela capital gaúcha.

Após várias trocas de e-mail, ficou combinado que o associado Gilberto S. Müller encontraria o visitante no aeroporto de Porto Alegre, no dia 21 de junho, às 12 horas. Infelizmente o dia amanheceu com muita neblina, e o aeroporto esteve fechado até o meio-dia. O vôo atrasou, chegando somente às 14h30min. Gilberto e Guillermo seguiram para a localidade de Walachai em Morro Reuter, onde chegaram às 16 horas, onde ainda havia alguma neblina e com o sol quase desaparecendo.

Mesmo assim Gilberto teve sucesso no objetivo traçado, que era o de mostrar para o visitante algumas espécies que não ocorrem no Uruguai, como o grimpeiro, o saí-azul, o tiê-preto, todos eles dando belas oportunidades à observação.

Às 17 horas iniciaram o retorno, já sem sol, e com pouca atividade das aves.

Assim o COA-POA, através da colaboração do associado Gilberto S. Müller, cumpriu um de seus objetivos, que é o de manter intercâmbio cultural com instituições afins.

 


Foto: Gilberto Muller

 

 


Foto: Gilberto Muller

 

 


Foto: Gilberto Muller

Na reunião do dia 31 de maio tivemos a presença de um novo associado, o ornitólogo Cristian Marcelo Joenck. Ao final da reunião ele doou para a biblioteca do COA-POA um exemplar do Atlas Socioambiental dos Municípios de Cidreira, Balneário Pinhal e Palmares do Sul. Cristian é coautor do capítulo que trata das aves. 

O Atlas é uma realização da Universidade de Caxias do Sul (UCS) através do projeto Lagoas Costeiras II, com patrocínio da Petrobrás. 

Trata-se de uma obra belíssima, ricamente ilustrada, que nos ajuda a entender melhor as peculiaridades socioambientais dessa região de lagoas costeiras, que começou a ser estudada há 35 anos e cujo valor ecológico é pouco conhecido e valorizado.

 

A reunião marcada para o dia 31 de maio teve a sua palestra alterada.

O novo tema será apresentado pelo biólogo Jan Karel Felix Mähler Jr. com o título: Os Parque Eólicos e as Aves no Rio Grande do Sul.

Veja a pauta completa clicando >>AQUI<<

O dia 16 de maio de 2014 marca os cinco anos de atividades do COA-POA desde a sua reativação, em 2009. Nesse período, foram cerca de 30 reuniões ordinárias do clube, 34 excursões oficiais para observação de aves, 16 diferentes locais visitados e mais de 400 espécies observadas.

O COA também promoveu três oficinas de iniciação à observação de aves, com um total de 103 participantes, além de saídas abertas e outras atividades envolvendo o público em geral. Importantes conquistas que marcaram essa curta, mas frutífera trajetória incluem a escolha da logomarca do clube, o desenvolvimento do site institucional, a confecção de camisetas personalizadas, a estruturação dos núcleos de atividades, a elaboração do estatuto da entidade e a eleição da sua primeira diretoria "oficial".

A caminhada, evidentemente, também teve seus desafios e dificuldades, superadas com espírito de equipe e com a disposição de fazer mais e melhor dos associados, sempre tendo as aves como inspiração e motivação.

Parabéns ao COA-POA! Parabéns a todos nós! E que juntos possamos seguir ampliando a atuação do clube na busca dos seus objetivos, contribuindo assim para a conservação das nossas aves e de seus ambientes. Obrigado a todos os associados e a todos aqueles que nos apoiaram até aqui.

Leia o editorial com a palavra do presidente do COA-POA sobre esta importante data clicando aqui.

O COA-POA foi novamente convidado para participar da saída marinha para observação de aves pelágicas em Torres.

A data dessa saída coincidiu com a data anteriormente planejada para a reunião de maio. Assim, estamos alterando a data da reunião para o dia 31 de maio.

Teremos assim um mês de maio com três atividades. No dia 18 haverá a saída ao Banhado dos Pachecos, no dia 24 a saída em Torres e no dia 31 a reunião mensal.

Dois guias de identificação que cobrem as aves do Rio Grande do Sul foram adquiridos pelo COA-POA para uso nas atividades do clube.

Os guias estarão à disposição dos participantes das saídas a campo, oficinas e outras atividades externas que envolvam a identificação de aves.

O objetivo é promover a integração e o aprendizado entre os observadores, especialmente os iniciantes.

Em assembléia realizada no sábado, dia 22/03/2014, foi aprovado o Estatuto do Clube de Observadores de Aves de Porto Alegre. 

O Estatuto começou a ser elaborado por uma comissão em reunião realizada em 19/09/2013. Ele atende as condições estabelecidas na lei 9.790/99, mais conhecida como Lei do Terceiro Setor. Ela regulamenta as relações entre Estado e Sociedade Civil e dá espaço à existência das OSCIP's - Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público. 

A ata de constituição foi assinada por 20 pessoas e o texto completo do Estatuto pode ser lido AQUI.

 

 

Sócios fundadores do COA-POA posam com o estatuto recém assinado (Foto: Fabio Duarte)

 

A diretoria do COA-POA para o exercício de 2014 foi eleita na assembleia realizada no sábado, dia 22/03/2014. 

Os membros desta diretoria são: 

Presidente - Walter Hasenack
Vice-presidente - Helena Backes
Diretor técnico-científico - Glayson Ariel Bencke
Diretor de relações institucionais - Maria do Carmo Both
Diretor administrativo-financeiro - Osmar Pedro Sehn
Diretor de tecnologia - Fabio Sidiomar Zamperetti Duarte 

Conselho fiscal:

Titulares - Gilberto Sander Müller, Diógenes Borges Machado, Jair Gilberto Kray
Suplentes - Aurélea Mäder, Marcelo Meller Alievi, Cybele Kelm Marques

Ato Público Contra as Barragens

 

O COA-POA esteve presente ao ato final da Semana de Lutas Contra Barragens, uma manifestação em frente ao Palácio Piratini e Assembleia Legislativa do RS, na tarde da última sexta-feira, dia 14 de março de 2014. A participação do COA-POA foi no sentido de apoiar os organizadores deste evento, liderado por estudantes de Biologia, História e outras faculdades da UFRGS.

Os manifestantes chegaram por volta de 16 horas, gritando palavras de ordem em defesa do patrimônio hídrico do RS. Mais tarde foi improvisada uma reunião campal em forma de uma grande roda de pessoas na esquina da Praça da Matriz. Por mais de 30 minutos foram apresentados os argumentos que são a base desta luta, momento em que o COA-POA também externou o seu apoio a essa iniciativa.

Leia também o que vimos em uma saída do COA-POA ao Parque Estadual do Turvo/Salto Yucumã em: http://walterhasenack.blogspot.com.br/2012/09/situacao-revoltante.html

 

Foto: Glayson A. Bencke

 

 

Foto: Walter Hasenack

 

 

Foto: Walter Hasenack

 

 

Foto: Walter Hasenack