O Programa de Apoio a Projetos do COA-POA tem por objetivo estimular o desenvolvimento de projetos de cunho científico, conservacionista, socioeducativo, turístico ou institucional de interesse de seus associados e que estejam em consonância com os objetivos da entidade.

O COA-POA apoiará projetos nas seguintes linhas temáticas:

1. Conservação de espécies e hábitats – Iniciativas e ações que busquem melhorar o estado de conservação de espécies em situação desfavorável ou voltadas à proteção ou ao manejo sustentável de áreas importantes para as aves. Exemplos: elaboração de planos de ação para espécies em risco de extinção; disseminação de boas práticas de manejo e uso sustentável que reduzam a degradação de ambientes dos quais as aves dependem; ações que fortaleçam a gestão de áreas protegidas públicas; aquisição e proteção de áreas ou sítios importantes para a conservação das aves; intervenções em ambientes naturais que beneficiem as aves etc.

2. Investigação científica – Estudos e pesquisas que representem uma relevante contribuição ao conhecimento sobre as aves silvestres do Rio Grande do Sul e seus hábitats. Exemplos: levantamentos de aves em áreas pouco conhecidas ou passíveis de serem convertidas em unidade de conservação; pesquisas sobre reprodução, alimentação ou migração de aves; mapeamentos de distribuição ou hábitats de espécies; viagens e visitas técnicas com objetivo científico etc.

3. Educação ambiental e sensibilização – Campanhas, ações e materiais que visem informar e sensibilizar a sociedade sobre a importância das aves no ambiente e sobre os fatores que contribuem para a sua redução ou extinção na natureza. Exemplos: campanhas para adoção de medidas de redução de riscos e impactos às aves; desenvolvimento de estratégias de redução de conflitos com humanos; ações de sensibilização em escolas ou em comunidades no entorno de unidades de conservação; elaboração de materiais e recursos didáticos sobre as aves etc

4. Promoção da atividade de observação de aves – Diagnósticos, planos estratégicos, ações e intervenções que promovam a observação de aves como atividade turística ou recreativa em áreas naturais e urbanas do Rio Grande do Sul. Exemplos: aquisição de equipamentos para observação de aves por grupos organizados; instalação de trilhas ou infraestruturas destinadas à observação de aves em áreas protegidas; programas de estruturação do turismo de observação de aves em unidades de conservação; prospecção de áreas para o desenvolvimento do turismo de observação de aves; desenvolvimento de aplicativos e outros recursos virtuais voltados à atividade etc.

5. Fortalecimento institucional – Aquisições, construções, reformas ou outros tipos de investimentos que contribuam para que o COA-POA cumpra com seus objetivos e exerça seu papel social, em benefício de seus associados e das aves. Exemplos: construção ou aquisição de bens imóveis; aquisição de veículos e equipamentos para uso em atividades do clube; contratos de prestação de serviços para campanhas institucionais etc.

Os projetos deverão ter como alvo ou foco as espécies de aves silvestres do Rio Grande do Sul e seus hábitats, assim como a atividade de observação de aves em si. Na seleção das propostas, terão prioridade projetos desenvolvidos no âmbito da área geográfica de atuação do COA-POA (região de Porto Alegre e áreas do Rio Grande do Sul visitadas em saídas oficiais do clube).

Quem pode submeter propostas?

Qualquer sócio contribuinte do COA-POA pode submeter propostas de projeto ao programa. As propostas podem ser encaminhadas em qualquer época do ano ou, no caso de editais específicos, dentro do prazo estabelecido em edital. As propostas são previamente analisadas pela Diretoria do COA-POA e encaminhadas para aprovação em Assembleia Geral pelo menos duas vezes ao ano, em abril e novembro. No caso de projetos de grande relevância e que demandem urgência em sua análise, a Diretoria poderá convocar Assembleia Geral Extraordinária para apreciação da proposta.

Como submeter propostas?

As propostas devem ser apresentadas por meio de formulário padrão (link) e enviadas para o email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Propostas que não estejam de acordo com os objetivos do COA-POA serão rejeitadas, assim como formulários que não estejam devidamente preenchidos serão devolvidos aos proponentes, para correções ou complementações.

Financiamento dos projetos

O COA-POA poderá usar recursos financeiros próprios ou captar recursos em distintas fontes de financiamento, dependendo do escopo do projeto e do valor a ser custeado. A aprovação do projeto pela Assembleia Geral não significa que os recursos estarão imediatamente disponíveis. Caso os recursos não estejam disponíveis, o COA-POA irá buscá-los ativamente junto a seus parceiros, a entidades financeiras e a órgãos nacionais e internacionais de apoio e fomento.

Formulário de submissão de proposta

Clique aqui para baixar o formulário.