A reunião do COA teve início com a observação de aves no Jardim Botânico pela manhã a partir das 8h. 

A reunião foi aberta às 9h pelo Diretor Técnico-Científico Eduardo Chiarini que apresentou as principais aves avistadas na observação da manhã. Total de 32 avesobservadas no Jardim Botânico. 

Em seguida foram dadas boas-vindas aos novos integrantes do grupo e também aos antigos que estavam retornando. 

Após apresentações foram apresentadas as aves avistadas na saída ocorrida no mês de julho ao Refúgio de Vida Silvestre Banhado dos Pachecos em forma de vídeo construído pelo associado Glauco. 

Intervalo das 1h10 as 10h30. 

Retorno do intervalo, iniciou-se a apresentação da  Mestranda em Biologia, Júlia V. Grohmann Finger, do Laboratório de Ornitologia e Animais Marinhos da Unisinos sobre ecologia espacial do petrel-gigante- do-sul. Após a palestra, aconteceram algumas discussões sobre aves pelágicas em geral.

reuniao 05 08 17 1

reuniao 05 08 17 2

A reunião foi encerrada as 11h30.

Nessa reunião estavam presentes 24 pessoas.

Baixe o relatório completo clicando aqui. 

 Data: 19 de agosto de 2017 (sábado)

Endereço: Rodovia BR-290, Km 146, Eldorado do Sul/RS
Horário: encontro dos excursionistas em frente ao portão de acesso da Estação Experimental às 7:30. A atividade de observação será desenvolvida durante a manhã.
Número máximo de participantes: 20 pessoas (esta saída é restrita aos associados ao COA-POA).
Menores: será admitida a participação de menores a partir de 6 anos completos, desde que acompanhados de pelo menos um dos pais ou responsável. Menores com 16 anos completos ou mais poderão ir desacompanhados. Os menores não contarão no número total de participantes.
Atividades: observação de aves em abientes variados: campos, matas ciliares, áreas reflorestadas, banhados e lagos. Dependendo do número de excursionistas que se apresentarem no dia da saída o grupo poderá ser dividido em dois grupos menores para melhor aproveitamento na observação.
Deslocamento: em carros particulares - despesas serão rateadas entre os ocupantes dos veículos
Almoço: cada um deverá levar o seu.
Valores: R$ 10,00 (tanto para sócios contribuintes como para sócios não-contribuintes).
Inscrição e prazo: Os participantes deverão inscrever-se através do fórum do COA-POA neste link (os primeiros 20 inscritos participarão da saída). As inscrições encerram-se às 24h do dia 17/08/17.
Critério de preenchimento de vagas:
As vagas serão completadas até o limite acima indicado, de acordo com a ordem cronológica dos pagamentos a serem realizados pelo sistema PagSeguro (ícone abaixo - aceita boleto ou cartão de crédito). Depósitos realizados após o preenchimento do limite de vagas serão devolvidos integralmente.

Em caso de desistência o valor depositado somente será devolvido se houver lista de espera para substituição da vaga da pessoa desistente.

Recomendação: levar guia de identificação, lista de campo, binóculo, lanches e almoço, água, chapéu ou boné, protetor solar e calçado para barro e terrenos encharcados.

 

No dia 16 de julho de 2017, o COA–POA realizou sua sexta saída oficial de observação de aves ao Refúgio de Vida Silvestre Banhado dos Pachecos, em Viamão, RS. Nessa região, localizam-se as nascentes do rio Gravataí, um dos afluentes do rio Guaíba. A área de preservação citada possui 2.500 hectares. Participaram da saída 22 observadores. Em razão desse número de pessoas e para que todos tivessem oportunidade de ter boas observações, o grupo foi dividido em dois, um com 14 e outro com 8 integrantes. Pela manhã, um grupo composto por 8 integrantes dirigiu-se para a Trilha do Cervo e o outro rumou para a Trilha da Barragem. No turno da tarde, as trilhas foram invertidas entre os grupos. As condições climáticas pela manhã foram boas, embora o tempo estivesse encoberto. A temperatura pela manhã estava em torno de 20°C, e no início da tarde houve pancadas de chuva, diminuindo a temperatura consideravelmente. Aumentou a intensidade do vento, razão pela qual o grupo que faria a trilha do Cervo desistiu de percorrê-la.

A Trilha da Barragem possui várias áreas alagadas, sendo uma zona de planície, com banhados de vegetação baixa, apresentando poucas árvores, todas de pequeno porte. A Trilha do Cervo está situada numa zona mais elevada. Há uma área menor de banhados e mais matas baixas (de restinga), o que possibilita, em parte, a presença de uma avifauna diferente daquela presente na Trilha da Barragem. No total foram registradas 99 espécies durante a saída, divididas em 40 famílias, conforme tabela abaixo.

 

Relatório:

Para baixar o relatório completo, clique aqui.

Álbuns de fotos: